Ressonância Magnética e a Nuvem

ressonancia-magnetica

O papel estratégico da nuvem em exames de Ressonância Magnética.

Graças as recentes tecnologias em Ressonância Magnética, a qualidade e o nível de detalhamento das imagens adquiridas vem contribuindo diretamente para diagnósticos ainda mais precisos.

Aparelhos de Ressonância Magnética como o GE Silent Scan, oferecem um nível de ruído para aquisições neurológicas de 77 dB/A. Ao mesmo tempo, um exame tradicional pode atingir 100 dB/a – ruído esse comparado ao som ouvido na primeira fila de um show de rock.

Além de todos os recursos e benefícios que o aparelho oferece, um ambiente mais silencioso acaba por reduzindo a ansiedade do paciente, resultando em imagens de maior qualidade e menos repetições em séries.

 

Proporcionalmente a evolução dos aparelhos de RM, temos maiores volumes de dados. Se por um lado vemos um avanço considerável em tecnologias de aquisição de imagens médicas, paralelamente vemos um desafio constante para o setor de T.I de empresas de diagnósticos.

Análise do volume de arquivos gerados de algumas modalidades nos últimos 15 anos

Análise do volume de arquivos gerados em diferentes modalidades nos últimos 15 anos (Imagem: Chris Graham – vmturbo.com)

A distribuição e o armazenamento full time dos exames cumprindo regulamentações dos conselhos médicos, representam desafios que arquiteturas tradicionais de armazenamento e hospedagem não conseguem mais atender.

Além dos altos custos para gerenciamento e efetivação de um site local, a expansibilidade que tais empresas possuem em fluxos de trabalho cada vez mais produtivos tornam o modelo tradicional de sistemas PACS obsoleto.

ressonancia-pacs-capacidade-de-armazenamentoAo mesmo tempo em que as informações de pacientes e seus exames representam um desafio operacional para as empresas, vemos abordagens escaláveis em nuvem que oferecem soluções seguras e eficientes para cada um desses desafios.

Seja no armazenamento permanente ou na distribuição de exames, os benefícios da acessibilidade online são somados a desnecessidade de renovação de data centers in loco, que em sua grande totalidade não possuem requisitos mínimos para prover níveis aceitáveis de segurança e alta disponibilidade das informações.

Em um mercado competitivo e dinâmico, sabemos que mais do que exames, empresas de diagnóstico comercializam informações, caracterizadas aqui por diagnósticos e imagens médicas. A forma e o modelo como tais informações são gerenciadas em todo o seu ciclo de vida e utilização, configuram um aspecto importante na excelência dos serviços ofertados.

 

Conectividade para a vida

Mais posts do blog

ver todos