Mobile health: a revolução tecnológica da saúde

mobile-health-medcloud

Se você parar alguns instantes para pensar, poucas das pessoas que conhece não possuem um aparelho smartphone. Isso porque essa tecnologia é uma das mais utilizadas nos dias de hoje, fazendo do celular até mesmo uma extensão do corpo humano.

E, assim como os aparelhos smartphones, os aplicativos também são uma tendência bastante forte. Não é à toa que diversas organizações têm investido pesado no mundo dos aplicativos para dispositivos móveis. E, quando se fala em saúde, isso não poderia ser diferente.

Você já ouviu falar em Mobile Health? O Mobile Health, ou simplesmente mHealth, diz respeito à prática da saúde pública e da medicina por meio de dispositivos móveis, tais como celulares, tablets, entre outros.

Basta fazer uma breve pesquisa na Google Play ou na App Store, as duas maiores lojas de aplicativos online, para perceber a quantidade de aplicativos voltados à saúde existem. Mais especificamente, hoje existem cerca de 165.000 aplicativos inclinados a esse mercado.

Mobile Health e a nova geração
Não é segredo para ninguém o quanto a nova geração não tem tempo para nada. Afinal, vivem em uma grande correria para dar conta de todos os afazeres do dia. Com isso, muitas vezes a saúde acaba sendo deixada de lado.

No entanto, esse hábito vem mudando. De uns tempos para cá já é possível perceber que a nova geração está demonstrando mais preocupação com relação à sua saúde, e boa parte disso pode ser creditado às facilidades do Mobile Health.

Através de um aplicativo no celular, bastam alguns cliques para se obter uma resposta rápida e fácil. Além disso, muitos aplicativos mHealth oferecem desde dicas alimentares até exercícios físicos.

Tecnologia na prática
Se você acha que são apenas os aplicativos mais conhecidos que podem ter algum impacto positivo na vida dos usuários, está enganado(a). Muitas clínicas e organizações da área da saúde também fazem uso desses aplicativos para além dos serviços de saúde preventiva.

Usando o mHealth voltado às funções administrativas de um hospital ou de uma clínica, o paciente pode ter acesso a resultados de exames. Bem como pode marcar consultas, esclarecer dúvidas, entre outras funcionalidades.

Segundo apontam pesquisas, o uso das tecnologias mHealth pode reduzir o número de visitas aos consultórios médicos. Isso graças ao caráter de saúde preventiva que esse serviço oferece.

Ou seja, o Mobile Health é uma ferramenta que já vem ajudando e pode ajudar ainda mais no que diz respeito à obtenção de um sistema de saúde sustentável e igualitário. Sem deixar de lado eficiência e qualidade nos cuidados com o paciente.

Mais posts do blog

ver todos