Faturamento

Tabela CBHPM: o que é e para que serve?

Pinterest LinkedIn Tumblr

Entenda o que é tabela CBHPM, para que serve e baixe a versão atualizada.

CBHPM é a sigla para Classificação Brasileira Hierarquizada de Procedimentos Médicos, e é uma tabela de referência para o cálculo das despesas médicas. Lançada em 2003, seu principal objetivo é garantir a remuneração e a valorização dos profissionais de saúde.

A CBHPM foi elaborada pela Associação Médica Brasileira (AMB) e sociedades de especialidades médicas. Antes da CBHPM, cada operadora de plano de saúde criava sua própria tabela de valores.

Sem uma padronização, antes da CBHPM existiam diferentes códigos para cada procedimento e, por isso, o valor dos procedimentos era baixo e os médicos mal remunerados

Com a colaboração entre AMB, CFM, FENAM e FIPE-SP, a CBHPM foi criada com uma divisão em 14 portes, cada um deles com três subdivisões. A implantação da nova classificação ocorreu de forma progressiva.

Assim, diversas operadoras de planos de saúde assumiram a CBHPM, culminando no reconhecimento pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS).

Para que serve a CBHPM

Com a falta de padronização pré CBHPM, profissionais de saúde e gestores clínicos enfrentavam sérias dificuldades administrativas, dado o grande volume de nomenclaturas com que lidavam diariamente.

Além disso, como o cálculo era estipulado pelas próprias operadoras, os honorários podiam ficar muito reduzidos, o que resultava em uma remuneração não muito justa aos especialistas. Com a baixa remuneração, vinha o descontentamento por parte dos profissionais de saúde.

Entretanto, criação da Tabela CBHPM foi importante não apenas para os médicos, mas também para os próprios pacientes.

Para os profissionais de saúde, ela confere uma remuneração mais justa e alinhada ao que recomenda suas classes de especialização e, para os pacientes, ela garante maior transparência, segurança e satisfação em relação aos serviços prestados.

Com uma classificação hierarquizada dos procedimentos, é também possível que os pacientes identifiquem quais condutas são cientificamente comprovadas e validadas pelas entidades médicas.

Como calcular o valor da consulta com na CBHPM?

A tabela CBHPM não inclui valores em reais para honorários médicos, mas sim a identificação de cada procedimento e uma base para o cálculo padronizado do preço.

Para tal, foi criada uma hierarquização a partir da divisão dos procedimentos médicos em 14 categorias, agrupados em três subdivisões: os grupos A, B e C.

Essa divisão segue parâmetros como:

Complexidade técnicas;
Tempo de execução;
Atenção requerida;
Grau de treinamento necessário do profissional.

A partir dessa hierarquização, foram criados os portes e seus subportes. A cada reajuste da Tabela CBHPM é definida uma nova Unidade de Custo Operacional (UCO).

A UCO abrange:

Depreciação e manutenção de equipamentos;
Mobiliário;
Imóvel;
Aluguéis;
Folha de pagamento;
Outras despesas relacionadas aos atendimentos.

A fórmula utilizada para calcular honorários médicos com base na CBHPM é a seguinte:

(Valor do porte * Valor do subporte) + (Custo Operacional * UCO) = Preço

Com o RIS Medcloud, software de gestão operacional para clínicas e centros de diagnóstico, é possível acessar a tabela CBHPM, além de demais recursos para otimizar o fluxo de faturamento. O módulo Faturamento TISS/TUSS ainda auxilia na redução e gestão de glosas médicas.

Baixe aqui a tabela CBHPM

Comentários