O que são TISS e TUSS e como funciona o faturamento de exames de convênios?

autenticacion-pie-medico-elegantes-iconos_1134-904

Entenda o que são TISS e TUSS e sua importância para o faturamento de exames por convênios.

TISS e TUSS são padrões para a organização de registros de dados e comunicação entre operadoras de planos de saúde privados e prestadores de serviços da área.

A ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) estabeleceu essas normas para padronizar o formato de cobrança de convênios médicos por meio de guias completas.

Anteriormente, cada operadora de plano de saúde podia escolher a forma de realizar suas cobranças, o que acabava gerando diversas falhas.

O objetivo é uniformizar as ações administrativas, subsidiar as ações de avaliação e acompanhamento econômico, financeiro e assistencial das operadoras de planos privados de assistência à saúde e integrar ao Registro Eletrônico de Saúde.

Quando todos os prestadores de serviço de saúde utilizam os modelos padronizados, os convênios conseguem fazer uma avaliação muito mais eficiente e, por consequência, problemas como glosas são evitados.

Os padrões TISS e TUSS são obrigatórios por lei. No caso da TISS, é a Resolução Normativa n° 305/2012 que estabelece esse elemento de forma legal.

TISS

TISS (Troca de Informação de Saúde Suplementar) é um padrão eletrônico nacional, estabelecido pela ANS que atua na rotina e na dinâmica de trabalho entre as operadoras de planos privados de assistência à saúde e os prestadores de serviço, como clínicas e consultórios.

Essa padronização permite que a comunicação entre os setores inclua normas internas que podem ser configuradas em sistemas avançados como o RIS, LIS e HIS.

Com a implantação da TISS, as guias foram unificadas contendo campos que atendem as necessidades de todas as operadoras e prestadores de serviços de saúde do país.

Atualmente o prestador de serviços de saúde comprova o atendimento médico realizado através da guia TISS assinada pelo paciente.

TUSS

A Terminologia Unificada da Saúde Suplementar, ou TUSS, é complementar ao TISS. É um recurso para padronizar todos os termos e elementos que devem ser apresentados na relação entre prestadores de serviço de saúde, convênios médicos e ANS.

Ou seja, a TUSS padroniza os códigos e nomenclaturas dos procedimentos médicos, tendo como base a CBHPM (Classificação Brasileira Hierarquizada de Procedimentos Médicos), e é obrigatória para a troca de informações entre prestadores e operadoras de serviços de saúde desde 2010.

Sendo assim, os elementos presentes na TUSS devem ser utilizados para preencher as guias específicas no TISS, como ao incluir o código referente a cada informação necessária. Dessa forma, o envio e faturamento acontece conforme o esperado.

Faturamento de exames

Realizar o faturamento de convênios corretamente é fundamental para a rentabilidade da clínica, evitando prejuízos e glosas. E o TISS e TUSS são normas obrigatórias que podem te ajudar a reduzir problemas no faturamento.

A implementação de softwares de gestão, como o RIS Medcloud, é outra forma de garantir o faturamento correto. A solução auxilia os profissionais no momento de registrar os procedimentos e exames, e segue todos os padrões previstos pela legislação.

Ainda oferece diversos recursos tecnológicos para que as instituições de saúde possam contar com maior eficiência e segurança ao registrar os exames médicos.

Além disso, com o RIS Medcloud, a gestão de procedimentos já conta com integração CBHPM para facilitar a geração de guias TISS e faturamento de convênios.

Também já é programado com regras para geração de valores diferenciados para parceiros além de formas de pagamento para procedimentos particulares.

A gestão de glosas é bastante simples e eficiente, assim também como a criação de relatórios para controle de produtividade dos procedimentos executados.

Novidades no seu e-mail

Fields marked with an * are required

Mais posts do blog

ver todos