Inteligência artificial aliada a radiologia

shutterstock_732027613

Como a inteligência artificial pode contribuir para o trabalho do radiologista e avanço na eficácia nos diagnósticos, que resulta na excelência no cuidado com o paciente.

O ramo da radiologia é completamente ligado à tecnologia. O trabalho do profissional da área está sempre em contato com novos equipamentos, sistemas e softwares criados para aprimorar o diagnóstico e o cuidado com o paciente.
Atualmente, várias inovações de Inteligência Artificial também vêm sendo usadas para auxiliar no trabalho dos radiologistas.

O que é
Inteligência artificial (IA ou AI) é uma inteligência similar a humana implantada em softwares. Essa área da ciência da computação se dedica a buscar métodos que consigam solucionar problemas, ou “pensar por conta própria”.

Os sistemas de inteligência artificial possuem a capacidade de raciocínio, aprendizado, reconhecer padrões e interferência. Inicialmente o objetivo da inteligência artificial era reproduzir o pensamento humano. Atualmente visa reproduz capacidades humanas como criatividade e auto-aperfeiçoamento.

Aplicação na radiologia
Na medicina, a inteligência artificial é utilizada principalmente na obtenção de diagnósticos. Sua função de analisar grande quantidade de dados num curto período de tempo é de grande auxílio para médicos de diferentes áreas.

Na área da radiologia, onde o profissional é especializado na obtenção de diagnósticos através de exames de imagem, a IA tem sido de grande contribuição. Para isso são analisados dados codificados da imagens dos exames em conjunto com informações sobre o paciente, como idade, por exemplo.

Mesmo que a implementação possa reduzir o tempo de trabalho do radiologista, o acompanhamento do profissional é indispensável. Como mostram estudos divulgados na Radiology Bussiness, o desempenho se mostra significamente melhor quando inclui a opinião de um profissional.

Essa tecnologia pode auxiliar o trabalho do radiologista, dando uma segunda opinião em imagens já avaliadas. No caso de aneurismas, a IA auxilia os especialistas na detecção e também ajuda a reduzir o risco de negligências. Para isso, um algorítmo conseguiria identificar o surgimento do aneurisma independentemente do tipo de dispositivo usado e das condições que o exame foi realizado.

Além disso, como em alguns casos, o diagnóstico pode diferir de acordo com o radiologista, essa tecnologia pode ser uma ferramenta para eliminar dúvidas, como também mostra o site especializado, Radiology Bussiness.

Mais posts do blog

ver todos