Glosas: o que são e o que fazer para evitá-las

informe-medico-material-medico_23-2148108962

As glosas, ou não pagamento de procedimentos por parte das operadoras de saúde, podem ser problemas para clínicas e hospitais. Conheça os tipos de glosas e o que fazer para evitá-las.

Muito conhecidas nos departamentos de faturamento de clínicas, consultórios e hospitais, as glosas são ajustes de cobranças apresentadas por um serviço prestado. Ou seja, pagamentos não realizados por convênios a clínicas ou profissionais, de procedimentos ou materiais.

Geralmente as glosas acontecem por problemas na comunicação entre os prestadores de serviço de saúde e convênios. Como por exemplo, informações sobre determinado procedimento, fornecidas pela clínica, não batem com o registro no banco de dados do plano de saúde.

As glosas podem ser grandes problemas cuja solução é um pouco complexa, devido às consequências que trazem, mas podem (e devem) ser evitadas.

E conhecer as principais causas das glosas é essencial para evitá-las e manter a saúde financeira da sa clínica.
As glosas podem ser classificadas em 3 tipos de acordo com suas causas. Elas podem ocorrer por erros administrativos, falhas de procedimento, desatualização dos dados e outros fatores.

Glosas administrativas

O tipo mais comum e recorrente de glosa. Ocorrem quando existem processos administrativos incorretos.
Podem acontecer por erros de digitação, erros de formulários e documentos, preenchimento incorreto de guias, inclusão de taxas, materiais ou medicamentos não previstos em contrato.

É, também, o tipo de glosa mais fácil de ser resolvido, muitas vezes bastando reenviar os dados corrigidos ao convênio.

Glosas Técnicas

Glosas técnicas são registradas quando algum procedimento médico é contestado pelo convênio e se faz necessária a avaliação de um Auditor Técnico.

Nesse caso, é necessária uma análise pericial, que pode revelar inconsistências como erros de preenchimento de informações ou até mesmo dos dados e métodos aplicados no atendimento do paciente.

Acontece com menor frequência quando comparada a administrativa e demanda mais recursos para ser constatada e efetivada.

Glosas Lineares

O último tipo de glosa é caracterizado por falta de justificativa da operadora para algum procedimento ou uso de material. Normalmente é justificada como “outros” pelas instituições.

Como qualquer procedimento possui particularidades que devem ser levadas em consideração, esse tipo pode ocorrer por detalhes que fujam do padrão. É fundamental que a clínica possua registros que suportem suas condutas médicas.

Como evitar as glosas

Como a grande maioria das glosas acontece por erros de comunicação, que podem ser falhas no preenchimento e envio, é fundamental que o responsável confira todos os dados antes de finalizar o faturamento.

Utilizar softwares de gestão e Prontuário Eletrônico, como o RIS Medcloud, tem grande importância e impacto para diminuir a ocorrência de glosas hospitalares.

Esses sistemas podem realizar todo o controle e gestão de processos do fluxo de atendimento das organizações de saúde. Ainda permitem automatizar e padronizar as atividades da clínica.

O RIS Medcloud tá é programado regras para geração de valores diferenciados para parceiros além de formas de pagamento para procedimentos particulares, de acordo com as exigências de cada cada instituição.

A gestão de glosas também é bastante simples e eficiente, assim como a criação de relatórios para controle de produtividade dos procedimentos executados. O que ainda impacta na produtividade pois evita o retrabalho no setor de faturamento.

Novidades no seu e-mail

Fields marked with an * are required

Mais posts do blog

ver todos