COVID-19: o que os departamentos de Radiologia devem saber

2ae8d593472d671e232dc45eab866bec859410be

O que as instituições recomendam para que departamentos de radiologia protejam equipes e pacientes do novo coronavírus.

De acordo com artigo publicado pelo Journal of American College of Radiology, os radiologistas estão entre os profissionais de saúde da linha que frente que podem estar mais expostos a COVID-19. Por isso, é importante que as instalações de diagnóstico por imagem tenham diretrizes para gerenciar pacientes da doença ou até mesmo casos suspeitos.

A COVID-19 é altamente contagiosa e é acredita-se transmitir principalmente através de gotículas respiratórias. As gotas têm o maior risco de transmissão dentro de 91,44 cm, mas podem viajar até 183 cm da fonte.

Para a relização de exames de diagnóstico por imagem em indivíduos com a doença, sempre que possível o equipamento radiográfico portátil deve ser usado para limitar o transporte de pacientes.
Se um paciente precisa ser transportado para o departamento de radiologia, ele deve usar uma máscara cirúrgica durante o transporte de e para o departamento.

Como proteger a equipe

A Oganização Mundial da Saúde recomenda fortemente aos provedores proteção respiratória através do uso de máscara cirurgica padrão. Diretrizes adicionais dos Centros para Controle e Prevenção de Doenças dos EUA, também recomendam precauções e uso de uma máscara N95 ou superior quando houver contato próximo com pacientes que têm COVID-19 ou estão sob investigação para o vírus.

Além disso, as instruções de precaução contra gotículas recomendam o uso de equipamentos de proteção pessoal apropriadas, incluindo um traje de isolamento descartável com características resistentes a fluidos, um par de luvas descartáveis com cobertura sobre punhos, proteção para os olhos com óculos e se possível, uma máscara sobre os óculos.

Em um estudo de 254 membros da equipe médica que foram expostos ao SARS, o risco de transmissão do vírus foi significativamente reduzido usando gotículas e precauções de contato.

Proteção dos equipamentos radiológicos

Pórticos para máquinas de TC e RM, ultrassom não invasivo, sondas, aparelhos de pressão arterial, teclados e mouses da estação de visualização de imagens precisam ser desinfetados após cada contato com pacientes suspeitos.

De acordo com a classificação Centros de Controle e Prevenção de Doenças e FDA, essas superfícies precisam ser lavadas com água e sabão ou descontaminados usando um desinfetante como solução detergente iodófora germicida, álcool etílico ou álcool isopropílico.

As instalações de imagem de saúde precisam estar preparadas pela crescente incidência de novos casos da infecção. E se adequadamente preparados, os funcionários do departamento de radiologia podem tomar medidas maiores para gerenciar o impacto do Surto de COVID-19 nas instalações e no pessoal.

Um comitê multidisciplinar deve se reunir para delinear diretrizes para impedir a propagação do vírus através contato humano e do equipamento do departamento. A implementação de um plano robusto pode fornecer proteção contra a transmissão do vírus a pacientes e funcionários membros.

Novidades no seu e-mail

Fields marked with an * are required

Mais posts do blog

ver todos