Como resolver a falta de profissionais de TI no mercado de saúde?

salario-de-desenvolvedores-aumenta

Devido a escassez de profissionais da área de TI, muitas instituições de saúde acabam apelando para soluções alternativas. Mas qual é a melhor forma de resolver esse problema?

A falta de profissionais de TI é uma grande realidade no Brasil. A demanda projetada entre 2020 e 2024 por novos talentos chega a quase 70 mil profissionais.

Segundo estudo divulgado pela Brasscom (Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação), o mercado de TI pode apresentar um déficit de 290 mil profissionais em 2024.

Isso acontece porque, além da demanda de profissionais ser maior do que o número de novos graduados na área, muitas vezes as instituições de ensino acabam não acompanhando o desenvolvimento rápido do setor.

Soluções

Além do problema da falta de mão de obra qualificada, as empresas de saúde ainda enfrentam desafios como exposição a ameaças na segurança dos dados de seus pacientes. Por isso, é comum que sejam implantadas soluções caseiras ou paliativas para lidar com o problema.

Porém, com a crescente transformação digital, as empresas precisam de cada vez mais colaboradores para lidar com cada vez mais ferramentas e servidores.

E, quando implantadas essas soluções alternativas geralmente de baixo custo, elas acabam gerando grandes danos diretos às companhias a longo prazo pois não há pessoal realmente qualificado para proteger a instituição de ameaças.

O sistema da Medcloud foi pensado também para auxiliar na gestão de TI de clínicas e na rotina de CIOs, CISOs e demais profissionais da área.

Com toda a segurança que a Cloud Computing oferece, as informações médicas da clínica ficam criptografadas e protegidas de eventuais danos que servidores locais estão sujeitos.

E, por se tratar de uma ferramenta completamente online, o pessoal responsável na clínica não ganha mais responsabilidade tendo que cuidar de mais um servidor. Além disso, a plataforma ainda dispõe de suporte qualificado para auxiliar todos os envolvidos no processo.

Aqui vão algumas dicas para aprimorar o setor de TI de empresas de assistência médica:

Comprometimento: Quando as organizações têm uma equipe eficiente e comprometida, a detecção de invasões ou programas maliciosos é muito mais rápida. O Relatório de Investigação de Violação de Dados de 2019 da Verizon, mostrou que 56% das violações levaram “meses ou mais” para serem descobertas.

Equipes pouco qualificadas geram mais pontos cegos: De acordo com o Relatório da Verizon, cerca de 59% dos incidentes de violação a informações na área de saúde foram atribuídos a pessoal interno intencionalmente ou por “não saberem o que estavam fazendo”.

Plano para prevenção de incidentes: Manter um plano robusto e atualizado de resposta a incidentes é essencial para a resiliência. Porém, muitas organizações de segurança não priorizam o cuidado e a alimentação de seus planos, favorecendo outras atividades que parecem mais urgentes.

Novidades no seu e-mail

Fields marked with an * are required

Mais posts do blog

ver todos